top of page
consórcio 980x250.jpg

Há 35 anos Guaxupé se despedia de Bié Baisi e Mário Neto

Por Sérgio Cardoso


Hoje, 29 de maio, completam-se 35 anos da triste perda dos grandes amigos Bié Baisi e Mário Neto.


Tentando ouvir ecos do passado.


Lembro-me que era um domingo, no final do dia haveria um churrasco para comemorar os 46 anos de fundação do Aeroclube de Guaxupé!


O ano era 1988 e, após alguns pousos e decolagens, os dois intrépidos aviadores entraram mais uma vez na cabine do Cap-4 Paulistinha prefixo PP-HFL para uma nova sequência de vôos pré-solo. O aplicado aluno Mário Neto estava concluindo esta fase para o seu sonhado primeiro vôo solo (voar sozinho).

Bié Baise, do alto de suas 20.000 horas de vôo, pois voava desde 1937, estava ministrando instrução para mais um dos seus "netos" - como seus alunos o chamavam!


Mário Neto era um jovem de 16 anos, voava desde criança, conheceu a aviação ainda em tenra idade e adorava voar. Fazia do avião um extensão do seu carro, um lugar onde estava sempre.


Porém, Deus quis que eles voassem juntos pela última vez.


Assim, no final daquele dia, houve mais uma decolagem, a mais triste de todas. Através de uma perda de altura, o pequeno Paulistinha precipitou-se ao solo, na própria pista do aeroporto, ceifando a vida quase de imediado do Comandante Gabriel Archanjo Baisi, o Bié e, dois dias depois, após resistir, em um hospital de Ribeirão Preto, do seu aluno, Mário Ribeiro do Valle Neto.

Foram dias difíceis para a a população de Guaxupé e mais difícil ainda para seus familiares que tiveram que despedir de dois grandes amigos, que deixaram marcas por onde passaram.


No decorrer dos dias vieram homenagens lindas e marcantes na Rádio Clube, na vibrante voz do amigo em comum Nabih Zaiat, jornais com páginas e manchetes, uma emocionante missa de 7º dia e sentimentos de tristeza por toda a cidade.


Além de histórias vividas por onde estiveram esses dois aviadores fizeram questão de deixar marcado para sempre a paixão pelo vôo, cultivaram amigos, viveram intensamente. Trouxeram alegria a lugares e pessoas que tiveram a sorte e o prazer de conhecê-los e de compartilhar de suas amizades!


Com certeza ainda lembraremos por muitos anos de suas histórias e passagens com muitos amigos de Guaxupé que ainda choram a partida inesperada, mas que com eles, com certeza, voaram juntos por céus de brigadeiro!

Commentaires


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page