top of page
consórcio 980x250.jpg

Cremes antirrugas realmente funcionam?


Dra. NATÁSSIA PIZANI


Primeiramente, temos que entender que as rugas de expressão decorrem de contração dos músculos da face. Ao longo do tempo, a derme tende a ficar marcada nos locais onde essa contração é mais intensa, por exemplo, testa, áreas periocular e perioral, região entre as sobrancelhas, etc.


A pele é estruturada em camadas. Temos mais superficialmente a epiderme, seguida de derme, hipoderme e mais profundamente a musculatura que da origem às nossas expressões faciais.


É bastante comum pessoas buscarem por cremes antirrugas com a expectativa de atenuar linhas de expressão com formulações de uso tópico. Estes possuem ação superficial, podendo interferir no aspecto, grau de hidratação, corrigir alterações pigmentares, controle de oleosidade, inflamações locais como acne e rosácea. Entretanto, seria ilógico esperar que a ação ocorra a nível muscular. Para isso, é necessário tratar a causa da questão com toxina botulínica, uma substancia injetada diretamente na musculatura para promover seu relaxamento.


Uma pele saudável, bem cuidada, de aspecto jovem deve sim ter uma rotina de cuidados. Porém, é importante incluir na programação procedimentos periódicos como aplicação de toxina botulínica, preenchedores, lasers e bioestimuladores. Pele bonita não tem segredo, tem rotina, a qual inclui procedimentos injetáveis e uso de tecnologias.


Adequar a expectativa à finalidade do tratamento é fundamental para a satisfação com os resultados.


CONSULTORIA

A autora é Médica formada pela Universidade Federal Fluminense, Especialista em Dermatologia pela Universidade Federal Fluminense, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Conveniada UNIMED

Contato: Rua Cel. Joaquim Costa,215

Telefone: (35) 3551-0414

Guaxupé - MG

Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page