BANNER---REVISTA-MÍDIA---980-x-250-PX.jp

A pele e a COVID-19




Ainda não se sabe exatamente quais as manifestações da COVID 19 na pele. No entanto, um recente estudo espanhol relatou os casos de 375 pacientes com a COVID 19 e descreveu os padrões de acometimento da pele encontrados. É muito importante notar que esses padrões podem estar presentes em DIVERSAS outras doenças e que NÃO são específicos da COVID. Portanto, se você apresenta algo assim, não fique preocupado, apenas procure orientação médica.

Aqui, seguem listados os 5 principais padrões de acometimento que foram relatados no artigo. Entretanto, são também descritas outras apresentações. Exatamente pelos quadros tão variados, os autores sugerem que podem ter outras causas concomitantes ao coronavírus que sejam também responsáveis por essas altercações. Seguem os principais:

Eritema: vesículas e pústulas: são lesões marcadas por vermelhidão e “bolhinhas”. Ocorrem principalmente nas mãos e pés. São de aparecimento tardio em relação aos sintomas, e mais comum em pacientes jovens.


Vesículas: são pequenas bolhinhas. Foi observado que em 15% dos casos, essas lesões surgiram antes dos outros sintomas.


Urticária: lesões avermelhadas e edematosas. Aparecem concomitantemente aos outros sintomas. Os autores questionam se de fato se devem ao vírus ou a outros fatores relacionados ao tratamento.


Rash maculopapular: são manchas e “bolinhas”. Podem surgir também lesões mais violáceas (púrpura), e pode ainda simular uma doença muito comum que é a Pitiríase Rósea.


Livedo ou necrose: Aspecto marmóreo, com tom arroxeado entremeado por palidez. Foram observados somente nos casos graves, nas fases finais da doença.

O conhecimento sobre esses padrões pode ajudar no diagnóstico e também no prognóstico da doença.

O artigo científico de referência está disponível gratuitamente na internet.

Resumindo, os dados disponíveis ainda são bastante recentes. De modo geral, não há um padrão de lesões que seja específico da COVID 19. Todos os padrões de apresentação listados podem estar presentes em outras condições dermatológicas. Portanto, se detectar qualquer alteração na pele, não é motivo para pânico. Apenas procure orientação médica.

Fontes: Casas CG, Català A, Hernández GC, Rodríguez‐Jiménez P, Nieto DF, Lario AR-V, et al. Classification of the cutaneous manifestations of COVID-19: a rapid prospective nationwide consensus study in Spain with 375 cases. British Journal of Dermatology.


Consultoria


DRA. NATÁSSIA PIZANI


Médica formada pela Universidade Federal Fluminense, Especialista em Dermatologia pela Universidade Federal Fluminense, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Conveniada UNIMED

Contato: Rua Cel. Joaquim Costa,215 Telefone: (35) 3551-0414

Guaxupé - MG


Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

wtzp.png
clinimplant1.jpg

©2020 por Portal Mídia Brasil ®

Av. Conde Ribeiro do Valle, 255  - 2º Andar - Sala 8

E-mail: revistamidia@revistamidia.com.br

Tel. (35) 3551-2040 - Guaxupé  MG