top of page
consórcio 980x250.jpg

Programa Especialíssimo da Cooxupé bate recorde de recebimento de café em 2022

Melhores cafés da safra na região de atuação da cooperativa serão revelados pelo programa no dia 25 de novembro em Guaxupé. Crescimento em relação a 2021 foi de 53%

O Especialíssimo, programa de cafés especiais da Cooxupé e da SMC Specialty Coffees, registrou número recorde de recebimento de sacas e lotes na edição de 2022. O crescimento no número de lotes foi de 53% em relação a 2021 e o maior já registrado no prêmio que existe desde 2016.

Em 2022, no total foram recebidas 86.598 sacas de café (aumento de 39,4% em relação ao ano anterior) e 1.841 lotes (aumento de 53% ante 2021), via Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé) e SMC Specialty Coffees, empresa de cafés especiais da Cooxupé. Os 50 melhores pontuados serão revelados dia 25 de novembro em cerimônia em Guaxupé/MG. Serão distribuídos R$ 330 mil entre os selecionados.

O crescimento do programa e do recebimento de cafés considerados especiais neste ano é atribuído a diversos fatores pela cooperativa, entre eles, o clima que favoreceu a safra deste ano: seco e com temperaturas ideais para a produção em grande parte de Minas Gerais. Além disso, de acordo com o presidente da Cooxupé, Carlos Augusto Rodrigues de Melo, é evidente que o produtor está investindo cada vez mais em produzir cafés com maior valor agregado.

“Em primeiro lugar, o crescimento do recebimento de cafés no Especialíssimo mostra que nossos cooperados estão comprometidos e engajados em aumentar a rentabilidade de suas produções. E neste ano o cafeicultor ainda se deparou com um clima propício para a lavoura”, explica Melo.

Cafés no Programa Especialíssimo

Todo café depositado na Cooxupé, na safra atual, passa pela classificação. Ao ser identificado com uma pontuação acima de 83 (ranking da SCA - Specialty Coffee Association), o lote é encaminhado à SMC (Specialty Coffees), empresa da cooperativa que valida as características de café especial.

Um café especial deve ter um equilíbrio entre aroma, acidez, doçura, umidade do grão e outros atributos que influenciam na seleção.

Na classificação também ocorre a separação das categorias do programa. São elas: “natural” (frutos maduros com casca que são secos com polpa e mucilagem) e o “cereja descascado” (quando a casca externa é retirada para fazer a secagem das sementes).

Além da pontuação do café, o produtor associado precisa atender a outros requisitos para participar do programa da cooperativa como, por exemplo, estar alinhado às boas práticas na produção e na colheita, com mínimo de 75% de resultado no questionário de Diagnóstico de Sustentabilidade do Cooperado.

A Premiação

O evento de premiação do Especialíssimo acontecerá no dia 25 de novembro, em Guaxupé, a partir das 19h, com transmissão ao vivo pelo Youtube da cooperativa e também pelo portal Hub do Café.

Na ocasião serão revelados e entregues os prêmios em dinheiro para os 50 produtores responsáveis pelos melhores lotes da safra.

O campeão receberá o valor de R$ 50 mil. Os segundo e terceiro lugares serão premiados com R$ 30 mil e R$ 20 mil, respectivamente. Assim, para o quarto lugar o prêmio é R$ 13 mil; quinto lugar R$ 12 mil; sexto lugar R$ 11 mil; sétimo lugar R$ 10 mil; oitavo lugar R$ 9 mil; nono lugar R$ 8 mil; e décimo lugar R$ 7 mil. Por fim, os cooperados classificados entre o 11º e 50º lugares receberão a premiação de R$ 4 mil para cada.

wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page