Pagamento instantâneo trará reflexos no mercado financeiro e de consumo eletrônico


A possibilidade de usar os Pagamentos Instantâneos (PIX), que estará disponível em novembro de 2020, nos bancos e fintechs com mais de 500 mil contas ativas, conforme informação do Banco Central, trará rapidez e benefício para a população. Estará disponível 24h por dia, 7 dias por semana, algo que não ocorre com as formas tradições de transferência, como TED e DOC. Isso sem mencionar as limitações de valores. Com o PIX, a transferência de valores entre contas bancárias será muito mais rápida, ou melhor, instantânea, bem como o pagamento de contas e boletos. Para usar o PIX o indivíduo precisa ter uma conta num banco, instituição de pagamento ou em uma fintech. Através de chaves de identificação, as pessoas poderão realizar transferências com o novo sistema. QRCodes serão utilizados a fim de dar segurança nas transações e fomentarão o comércio eletrônico, que comumente utiliza meios de pagamentos eletrônicos para fechar negócios. Segundo o especialista em Direito do Consumidor da Universidade Presbiteriana Mackenzie de Campinas, Bruno Boris, "certamente haverá um maior dinamismo nas relações não apenas entre bancos, mas no mercado de consumo eletrônico, cada vez mais desenvolvido, especialmente em período de pandemia de covid-19. Mais segurança e agilidade no comércio eletrônico". Para o sucesso e ganhos dos clientes, cabe agora os grandes bancos focarem no ganho de escala, apostando no barateamento de suas tarifas de serviços nada competitivas, se comparadas aos serviços gratuitos das fintechs.

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

©2020 por Portal Mídia Brasil ®

Av. Conde Ribeiro do Valle, 255  - 2º Andar - Sala 8

E-mail: revistamidia@revistamidia.com.br

Tel. (35) 3551-2040 - Guaxupé  MG