top of page
consórcio 980x250.jpg

Operação investiga crimes praticados por responsáveis cartoriais e advogados em Cássia



O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), com o apoio da Polícia Militar, realizou hoje a operação “Fraudes cartorárias”, para cumprimento de mandados de busca e apreensão contra organização criminosa investigada por crimes praticados em cartório no município de Cássia, no sul do estado. A ação recolheu documentos físicos e digitais, os quais subsidiarão a investigação.


Apurações iniciais apontam indícios de um conluio entres os responsáveis pelo cartório e advogados para a prática de atos notariais de forma ilegal, causando enriquecimento ilícito entre os envolvidos. Conforme investigado, as práticas ilícitas estão ocorrendo há período considerável de tempo, motivo pelo qual o cumprimento dos mandados representa importante instrumento para desvendar, em maiores detalhes, o conluio entre os envolvidos e as condutas individualizadas, com a descrição mais detalhada do modo de atuação do grupo.


Continua após a publicidade


Assim, a diligência buscou coletar arquivos eletrônicos, celulares, computadores, entre outros, utilizados nas tratativas e no cometimento dos atos de improbidade e crimes apurados, bem como eventuais valores sem comprovação de origem e que possam constituir proveito da atividade criminosa.

A ação cumpriu sete mandados de busca e apreensão deferidos pela 2ª Vara Criminal de Cássia: quatro em Cássia, um em Passos e dois em Franca/SP.


O procedimento de investigação é conduzido pela 1ª Promotoria de Justiça de Cássia e contou com o apoio operacional do Gaeco regional de Passos, Gaeco de Franca e Polícia Militar de Minas Gerais e de São Paulo, para o cumprimento dos mandados.


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page