BANNER---REVISTA-MÍDIA---980-x-250-PX.jp

Ministro afirma que resultado do Novo Caged reforça acerto das medidas econômicas adotadas


O resultado do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) do mês de julho, com saldo positivo de +130.031 postos de trabalho e 1.043.650 novas admissões, reforça o acerto das medidas econômicas colocadas em prática pelo governo federal desde o início da pandemia da Covid-19 no país, em março. Entre essas medidas, destaca-se a criação do Programa de Preservação da Renda e do Emprego, que garante uma complementação de renda a trabalhadores que tiverem a sua jornada de trabalho e salário reduzidos ou o contrato suspenso por meio do Benefício Emergencial de Preservação da Renda e do Emprego (BEm).


“Nós estamos bastante animados com isso [o resultado do Novo Caged]”, afirmou o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante  entrevista coletiva virtual realizada nesta sexta-feira (21/8). Ao apontar que o resultado de julho é a primeira geração líquida de empregos desde fevereiro, Guedes ressaltou que o patamar de contratações acima de um milhão é um “excelente sinal de que a economia pode fazer um retorno”.


No mês, a geração positiva de emprego foi registrada nas cinco regiões brasileiras e em 24 das 27 unidades da Federação. Dos cinco grupamentos econômicos, quatro tiveram mais contratações do que demissões em julho. "O Caged positivo demonstra claramente o acerto das nossas medidas, do presidente Jair Bolsonaro, do ministro Paulo Guedes", afirmou o secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia (SEPRT-ME), Bruno Bianco.


CLIQUE AQUI e Assista a entrevista coletiva de apresentação dos dados do Novo Caged de julho

Prorrogação do BEm

Na coletiva virtual, o ministro da Economia adiantou que a possibilidade de suspensão de contrato e redução de jornada e salário será prorrogada por mais dois meses. “Eu diria que é o nosso programa efetivo em termo de gastos: preservar mais de 16 milhões de empregos com R$ 20 bilhões”, afirmou Guedes.


A prorrogação ocorrerá por meio de decreto presidencial a ser publicado em breve pela Presidência da República. Para Bruno Bianco, o BEm é uma medida urgente e sólida para proteger o emprego e dar tranquilidade para a população brasileira passar pela pandemia “da maneira menos custosa possível”.


“As medidas demonstram o nosso compromisso com todos os brasileiros e com todas as brasileiras com a manutenção da renda e do emprego”, acrescentou o secretário especial.


“A pandemia trouxe problemas para o mercado de trabalho, mas conseguimos minorar e já vemos um resultado positivo.”


Na visão de Bianco, o Programa tem proporcionado resultados positivos, mas existem ainda setores da economia que precisam do BEm. “O nosso programa desde sempre foi horizontal. As medidas horizontais são aquelas que têm mais efeito, além de proporcionar que o mercado de trabalho se autorregule”, completou o secretário especial.

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

wtzp.png
clinimplant1.jpg

©2020 por Portal Mídia Brasil ®

Av. Conde Ribeiro do Valle, 255  - 2º Andar - Sala 8

E-mail: revistamidia@revistamidia.com.br

Tel. (35) 3551-2040 - Guaxupé  MG