top of page
consórcio 980x250.jpg

Ministério da Saúde volta a recomendar uso da máscara com nova alta da Covid

Secretaria de Vigilância em Saúde da pasta emitiu nota técnica para alertar a população e o poder público sobre aumento de casos da doença


A Secretaria de Vigilância em Saúde, vinculada ao Ministério da Saúde, emitiu uma nota técnica e voltou a recomendar o uso da máscara no Brasil após nova alta de casos de Covid-19.


O alerta vale principalmente para quem teve contato com pessoas sintomáticas, a população com fatores de risco e os profissionais que trabalham em locais fechados e com pouca ventilação. No documento, o órgão também pede "intensificação da vigilância genômica" para sequenciamento e monitoramento das variantes do novo coronavírus em circulação no País.


De acordo com a secretaria, entre 6 e 11 de novembro, as autoridades de saúde notificaram 57.825 casos e 314 óbitos em decorrência da Covid-19. O aumento de diagnósticos é de 120% considerando a média móvel dos últimos sete dias em relação ao mesmo cálculo dos sete dias anteriores: 8.448 testes positivos contra 3.834. Já a média móvel de vidas perdidas pela enfermidade cresceu 28% considerando o mesmo comparativo.


A Secretaria de Vigilância em Saúde também traz dados por Estados. Conforme o levantamento, só Acre, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Piauí estão com uma variação negativa de novos casos notificados entre a primeira semana e a segunda de novembro.


A Bahia está em estabilização. Em Minas Gerais, o incremento é de 29% a mais no período. As maiores altas aconteceram no Maranhão (740%), Sergipe (575%), Rondônia (488%), Rio de Janeiro (330%) e Paraíba (229%).


A pasta ressalta que há uma preocupação com as sublinhagens BQ.1* e BA.5.3.1, originárias da ômicron, um subtipo do vírus que sempre resultou num grande número de mutações.


Comentarios


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page