top of page
consórcio 980x250.jpg

MG: distribuição de novas doses das vacinas AstraZeneca e CoronaVac começa nesta quinta-feira




Profissionais da Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) e integrantes das Forças de Segurança do Estado detalharam a logística de distribuição das remessas de vacinas recebidas em 24 e 25/1.


As 190.500 doses da AstraZeneca e as 87.600 doses da CoronaVac, entregues pelo Ministério da Saúde, começam a ser direcionadas para as Unidades Regionais de Saúde (URS) nesta quinta-feira (28/1), como parte da maior operação de vacinação da história de Minas Gerais.


Até o momento, as doses estão armazenadas na Central Estadual de Rede de Frio do Estado, na capital mineira, nas condições ideais de temperatura, e de lá serão encaminhadas, por via terrestre ou aérea, para as 28 URS, sempre acompanhadas de escolta das Forças de Segurança estaduais e/ou municipais.


Após este recebimento, os gerentes de cada URS serão responsáveis pelo agendamento de data e hora para que os municípios retirem os imunizantes. O dia 1 corresponderá, normalmente, ao dia posterior à chegada da vacina na Unidade Regional de Saúde. Também, a partir desta semana, os municípios serão previamente informados sobre a data e horário de retirada das vacinas contra a covid-19.


Eficiência, segurança e rapidez nortearam o trabalho do Governo de Minas para envio da primeira remessa das 577.480 doses da CoronoVac e foram base para esta fase.


Comunicação


Segundo nota técnica, que deve ser publicada ainda nesta semana, está previsto que, “durante toda a operação, a equipe da Unidade Regional de Saúde, encarregada da distribuição dos imunizantes, ficará de prontidão para possibilitar a comunicação e a adoção de medidas efetivas nos casos em que houver necessidade de mudanças ou remanejamentos”.


De acordo com o diretor de Operações da Polícia Militar, cel Godinho, a partir do dia primeiro de fevereiro, todos os municípios poderão iniciar a retirada das vacinas. “Os municípios irão até as regionais, escoltados por uma viatura da Polícia Militar, para retirar as vacinas e, seguindo o Plano Nacional de Vacinação, realizar a imunização dos grupos já previstos”.


Além da coleta das vacinas na Unidade Regional de Saúde, os municípios serão responsáveis pelo armazenamento, a preservação em condições adequadas, e a segurança no acondicionamento e proteção dos imunizantes.


Caso o município não compareça à Unidade Regional de Saúde, ou compareça fora do horário e data agendados, o atendimento ficará condicionado à disponibilidade da equipe da URS. A escolta permanece necessária e a articulação com as Forças de Segurança passa a ser de responsabilidade integral do município.


Na reunião do Comitê, o subsecretário de Gestão Regional, Darlan Pereira, ressaltou que “a logística de distribuição das vacinas contra a Covid-19 para todas as URS será realizada sem interrupção, evitando a descontinuidade das remessas de imunizantes e, principalmente, priorizando o contexto epidemiológico e o histórico de sucesso em Campanhas de Vacinação pelo Estado de Minas Gerais”.

Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page