top of page
consórcio 980x250.jpg

Há 125 anos nascia Dom frei Inácio


Dom Inácio nasceu no dia 28 de agosto de 1897 na Fazenda Monte Alegre, em Ribeirão Preto (SP). Seus pais foram Luiz Dal Monte e Ângela Guglielmini Dal Monte.


Recebeu solenemente o Santo Batismo na Paróquia São Sebastião da cidade de Ribeirão Preto no dia 31 de outubro de 1897 pelas mãos do vigário coadjutor Padre Pedro Gaggino. Seus padrinhos foram Jacintho Scandini e Francyen Uchella. Seu nome de Batismo é João.


Em 3 de setembro de 1908, já órfão de pai e mãe, obedecendo à voz do Senhor, entrou para a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos em Rovigo, na Itália. No dia 5 de abril de 1924, foi ordenado sacerdote pelo Cardeal Patriarca Pedro La Fontaine, em Veneza.


No dia 3 de outubro de 1925 chegava ao Brasil como missionário, juntamente com outros seis franciscanos capuchinhos.


Quando celebrava seu jubileu de prata sacerdotal, foi nomeado bispo pelo Papa Pio XII, em 15 de março de 1949, como bispo titular de Agbia e bispo coadjutor da Diocese de Joinville (SC). Foi ordenado bispo no dia 26 de maio do mesmo ano, em Santo Antônio da Platina (PR). Adotou como lema episcopal Exiit qui seminat (Saiu o Semeador), à luz de Mateus 13,3; de Marcos 4,3 e de Lucas 8,5.


Foi nomeado bispo residencial da Diocese de Guaxupé pelo Papa Pio XII, no dia 21 de maio de 1952. No domingo, 7 de setembro do mesmo ano, tomou posse durante uma cerimônia realizada no Palácio Episcopal, pelo fato da atual Catedral estar em obras.

Em janeiro de 1963, foi acometido por trombose arterial. Não obstante todos os cuidados médicos, houve necessidade de amputar-lhe a perna esquerda, em Poços de Caldas (MG).


Recebeu consciente e piedosamente o Santo Viático e a Extrema Unção no dia 27 de maio, às 11 horas, rodeado pelos seus sacerdotes que lhe deram a absolvição e com ele rezaram. Entrou depois em lenta e penosa agonia por dois dias. Fez muitas vezes sinais de aceitação plena da vontade de Deus. Não podendo mais falar, escreveu: Peço aos Padres que não me deixem sozinho esta noite. Irei sofrer muito. Talvez amanhã...


Cercado de padres, Dom frei Inácio faleceu piedosamente numa quarta-feira, 29 de maio de 1963, às 13h05min, vítima de trombose cerebral, na Santa Casa de Guaxupé. Estava com 65 anos. Foi sepultado no lado direito da cripta da Catedral Diocesana Nossa Senhora das Dores, no dia 31 de maio, na presença de bispos, de diversos sacerdotes, das autoridades civis e dos seminaristas.


Dom Frei Inácio foi sempre o bispo que a Diocese de Guaxupé se habituou a conhecer e a amar. Marcou profundamente a história da diocese, durante seu pastoreio de dez anos e oito meses, seja pelos seus gestos simples, seja pelos importantes trabalhos apostólicos desenvolvidos com total dedicação à Santa Igreja. Viveu entre nós "o semeador que semeou a Paz e o Bem".


(Fonte: Página Frei Inácio / Facebook)


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page