EVOLUTTO-REVISTA-MÍDIA.jpg

Guaxupeano venceu concurso em Milão, desfilou para a Versace e trabalhou em Xangai

SILVIO REIS, jornalista



Uma frase de Caetano Veloso define bem a predestinação de sucesso profissional de Antônio Fernando Chagas de Freitas: “É impressionante a força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer.”

Filho da guaxupeana Paulete Roca das Chagas e de Marco Antônio de Freitas, Antônio Fernando Chagas de Freitas nasceu no ano 2000, em Guaxupé, onde morou até os 4 anos, até se mudar para Valinhos, SP.


Ele é o terceiro filho do casal, depois de Juliana e Natália.

Antônio retornou à terra natal em 2016, exatamente quando uma olheira (scouter) identificava e selecionava candidatos a modelos em Guaxupé. Quando conheceu Antônio, já se interessou em apresentá-lo a uma ou mais agências em São Paulo.



Depois de concluir o 2º ano do Ensino no Colégio Dom Inácio, aos 16 anos ele se mudou para a capital paulista, no começo de 2017. Foi sozinho. Morou numa república que só hospedava modelos. “Era uma casa grande, tudo muito organizado”, comenta.

Já foi contratado na primeira agência indicada pela scouter. Para aprender e adquirir experiência, fez fotos para revista, e-commerce e outras mídias. No final daquele ano, participou de uma seletiva da agência Elite, para a escolha de um casal de modelos brasileiros que representaria o Brasil no concurso internacional da agência, na Itália.


Diante da força que as coisas parecem ter quando elas precisam acontecer, o casal vencedor do Elite Model Look World 2017 foi o brasileiro Antônio Freitas e a russa Valeria Chenskaya.

Como resultado dessa premiação internacional, Antônio desfilou no Milão Fashion Week 2018 para duas grandes marcas: Versace e Dsquared2. Passou uma temporada na Europa para fazer contatos e se divulgar.



De volta ao Brasil, fez trabalhos para marcas conceituadas. Destaque em campanhas de datas comemorativas para o Shopping JK Iguatemi; Santander, a campanha do Dia das Mães Riachuelo, entre outros Conseguiu conciliar trabalho e estudos até concluir o Ensino Médio.


Em 2020, quando o coronavírus se expandia no Brasil, Antônio recebeu uma proposta de três meses de trabalho em Xangai. Ele viajou em maio, dias antes das fronteiras da China voltarem a ser fechadas, por conta da pandemia. O contrato se estendeu até setembro.


No Brasil, Antônio está passando a pandemia com a família, em Guaxupé e Valinhos. No momento, ele se organiza para voltar ao trabalho em 2021. A agência já tem novos projetos para o modelo guaxupeano.

0 comentário

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

wtzp.png