top of page
consórcio 980x250.jpg

Grupo Tonin estimula práticas de respeito e preservação do Meio Ambiente

Programa de eficiência energética, gerenciamento de resíduos e educação ambiental são algumas das iniciativas de sustentabilidade ambiental da empresa
Tampinhas viram cadeiras de roda

No dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para o Grupo Tonin, uma das maiores redes de superatacados do interior de São Paulo e Sudoeste de Minas, a sustentabilidade ambiental é um tema constante no dia a dia e no DNA da empresa, que tem como um de seus principais valores o respeito.


“Respeitar o meio ambiente é respeitar a vida, as pessoas e se preocupar com o futuro. Para nós, do Tonin, isso é prioridade sempre e está presente em várias ações e projetos que desenvolvemos ao longo de nossa trajetória”, explica Lilian Tonin, gerente de Mídias do Grupo.

Todas as lojas e unidades do grupo utilizam energia renovável, com certificação expedida pelo Serviço Brasileiro de Certificações (SBC), iluminação natural e de Led, balcões refrigerados e congelados todos fechados e descartam os produtos impróprios para consumo (Frutas, Legumes, verduras e outros) em local adequado, orientado pelo serviço de gerenciamento de resíduos da empresa.

As embalagens utilizadas para empacotamento são biodegradáveis e os colaboradores estão treinados para conscientizar e estimular os clientes sobre o uso adequado de embalagens retornáveis e reutilizáveis. O grupo conta ainda com um Programa de Eficiência Energética que faz o controle absoluto de uso de refrigeração e ar-condicionado. Tampinhas viram cadeiras de roda Além dessas práticas que já estão incorporadas na rotina, o Tonin apoia projetos de educação ambiental, entre eles o Tampinhas Mágicas, que visa estimular clientes e colaboradores a separar as tampinhas de suco, refrigerante, produtos de limpeza, embalagens de leite, entre outras, e levar ao Tonin em sua próxima compra.

A ação é feita em parceria com instituições sociais, que recebem o material e destinam para reciclagem. A renda com a comercialização é usada para a compra de cadeiras de roda, que vão direto para quem precisa.

Desde que foi implementado, o programa já recolheu 3 mil quilos de tampinhas que foram revertidas em 22 cadeiras de rodas doadas. “O melhor de tudo é que essa boa ação é dupla. Você ajuda pessoas carentes que precisam desse meio de locomoção e também o planeta, com a reciclagem do material”, explica Lilian.


Publicidade



wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page