top of page
consórcio 980x250.jpg

GALERIA DOS PRESENTES, 60 ANOS: UMA HISTÓRIA DE TRABALHO, RESPEITO E AMIZADE



Nas festividades do Centenário da Associação Comércio e Indústria de Guaxupé, uma empresa genuinamente guaxupeana chega aos seus 60 anos de atuação. A Galeria dos Presentes atravessou gerações e se consolidou, não somente no comércio, mas no coração dos guaxupeanos. Tão importante quanto comemorar essas 6 décadas do trabalho deste grupo empresarial - formado pela Galeria dos Presentes, Móveis, Eletrodomésticos, Brinquedos e Confecções – é contar uma história de sucesso de três inseparáveis amigos.


Tudo começou com a amizade entre Antônio Custódio Ferreira e Evaristo Francisco Marques. Em São Pedro da União, os dois estudaram juntos. Quando se mudaram para Guaxupé, em 1955, trabalharam por 7 anos na Casa Jussara, de Jorge Macedo. Evaristo, com 13 anos, conta que em época de formatura as vendas de anéis aumentavam e os dois funcionários trabalhavam além do horário comercial.


Uma prova de amizade e confiança foi o próprio patrão propor sociedade aos dois funcionários. Em setembro de 1963, os três fundaram a Galeria dos Presentes, ao lado do Hotel Cobra, imóvel que foi desapropriado e, atualmente, é a rua Vereador Hermenegildo Amidani. Toninho e Evaristo passaram seis meses montando a loja. Fizeram prateleiras, prato giratório para valorizar as jóias, colocaram cortinas de veludo, espelhos, entre outras modernidades da época.


Os fundadores da Galeria dos Presentes: Jorge, Toninho e Evaristo

A partir da inauguração, vendiam joias, relógios, cristais tipo Murano e louças Porto Ferreira. No início, entregavam as mercadorias a pé. Depois, compraram uma lambreta para levar os presentes. As compras eram feitas em São Paulo, de Fusca, a cada 15 dias. Depois de 5 anos trabalhando em um espaço de 40 m2, em 1968 ampliaram a loja para 80 m2, em local onde atuava a Casa Estrela, de Abdala Tauil.


Com mais espaço os produtos diversificaram com abajures, eletrolas, rádios e caixas acústicas. Também em 1974, em ritmo de expansão, inauguraram mais uma loja, a Galeria dos Móveis, também na Avenida Conde Ribeiro do Valle.


Com a desapropriação do prédio da Galeria Móveis - para se tornar a rua Hermenegildo Amidani - a loja de móveis e eletrodomésticos migrou para a rua Dr. Antônio dos Santos Coragem. A terceira loja, especializada em brinquedos, foi inaugurada em outubro de 1996 para completar a variedade de produtos.


A loja com maior área de venda, com 350m2, foi inaugurada com aquisição do prédio onde funcionava o Banco Bemge. E assim mantiveram três lojas nos pontos comerciais mais nobres da cidade.

AMIZADE E RESPEITO


Nos anos 60, das poucas empresas de lojas de joias e relógios de Guaxupé praticamente só a Galeria dos Presentes manteve-se nessa área. Tanto o mercado local quanto o regional contribuíram para o crescimento da empresa. As primeiras clientes da loja foram Tereza, Nair, Lourdes e Wilma Buffoni.


O êxito empresarial deve-se muito ao competente gerenciamento dos sócios. A cada novo plano econômico implantado pelos governos durante esses 60 anos, todas as operações eram revistas. Os proprietários se recordam do período em que a inflação era de 2% ao dia e todos os produtos tinham seus preços remarcados diariamente. “Crise sempre existiu e o sucesso está em fazer delas oportunidades de negócios”, comenta Evaristo Marques. Bem consolidada em Guaxupé, a Galeria dos Presentes inaugurou sua primeira filial em Poços de Caldas que atuou até 2002.


FAMÍLIA


Contrariando a teoria de que empresa familiar é geradora de conflitos, a Galeria dos Presentes comprova diariamente o contrário. Atualmente, faz parte da equipe de colaboradores um expressivo número de familiares dos sócios. Como exemplo estão os sete ex-colaboradores já aposentados, como a Bebé, que se aposentou depois de trabalhar 34 anos na empresa.

Segundo os empresários, as grandes saudades são exatamente dos ex-sócios, Jorge Macedo, que faleceu em 1981, e Terezinha Macedo, falecida em 2018.

Desde a amizade nos tempos de estudantes, os sete anos trabalhando na Casa Jussara e nesses 54 anos de sociedade, eles afirmam que sempre houve consenso em todas as decisões. “A conclusão é que o bom trabalho e amizades sinceras fizeram sucesso de todo grupo Galeria. Amizade é um presente para sempre”, disse Antonio.


A Galeria dos Presentes já recebeu diversas homenagens, inclusive da ACIG e também da Federação das Associações Comerciais, Industriais, Agropecuárias e de Serviços do Estado de Minas Gerais. - FEDERAMINAS, quando Antonio Custódio Ferreira recebeu a Medalha do Mérito Empresarial.


Esse é o segredo do sucesso da Galeria: Trabalho, respeito e amizade.


Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page