top of page
consórcio 980x250.jpg

FEMAGRI COMEÇA NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA, DIA 8


Feira de negócios da cooperativa mineira terá a Fazendinha, um espaço dedicado a soluções de sustentabilidade para o campo e para o negócio

Um dos maiores pontos de encontro do produtor de café do Sul de Minas Gerais e da média mogiana do estado de São Paulo, a FEMAGRI (Feira de Máquinas, Implementos e Insumos Agrícolas da Cooxupé) confirma a presença da tradicional Fazendinha. Neste espaço, em que a sustentabilidade será o tema central da edição 2023, os cafeicultores terão acesso às tecnologias de maior evidência da cafeicultura atual, assim como novos conhecimentos para promover boas práticas agrícolas e ações sustentáveis em suas propriedades e nas lavouras.

A FEMAGRI é voltada para os produtores cooperados da Cooxupé e acontecerá nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro, na Avenida Vereador Nelson Elias, no Japy, em Guaxupé/MG. A entrada é gratuita.

Fazendinha FEMAGRI: palco da sustentabilidade

Neste ano, a Fazendinha será mais dinâmica e totalmente sustentável por estar amparada no uso racional dos recursos naturais, que são a base do Protocolo Gerações, programa de sustentabilidade desenvolvido pela Cooxupé.

O espaço, que é aberto a toda família cafeicultora, apresentará soluções alinhadas com as boas práticas ambientais e que falam a “língua” do exigente mercado consumidor, sempre em busca de iniciativas seguras de conservação.

Agricultura regenerativa

De acordo com Eduardo Renê da Cruz, coordenador de Desenvolvimento Técnico da Cooxupé, o cultivo de plantas de cobertura e a importância do controle biológico estão entre as demonstrações do espaço. A proposta é munir o produtor de café cooperado com o que há de mais atual em termos de produtos e técnicas conservacionistas, que auxiliem o trabalho na lavoura sem afetar o meio ambiente.

Dentre as inovações, a equipe técnica da Cooxupé mostrará a viabilidade do uso da tecnologia na cafeicultura em um sistema de irrigação, tendo em vista a estiagem que afetou as lavouras nos últimos anos.

Outras novidades

O visitante contará, também, com demonstrações do uso de energia solar e outros processos que estão em consonância com as certificações, visando constante melhoria nos negócios, como frisa Renê.

“Na Fazendinha teremos demonstração de estrutura de energia fotovoltaica e seus benefícios para a propriedade. Vamos ter a apresentação de um trabalho sobre resíduos de glifosato em grãos de café realizado por Guy Carvalho, Luiz Viana e Illy Café. E, em parceria com o SEBRAE, teremos palestras sobre empreendedorismo feminino, sucessão familiar e gestão da propriedade. Além de oficinas de robótica para o público infanto-juvenil”, pontua.

A Fazendinha ainda terá dentre as exposições pulverização com drone e robô pulverizador; estação meteorológica com sensor de umidade para irrigação; consultoria sobre a importância da coleta de amostras de solo e de folha para que o produtor use racionalmente os insumos nas lavouras; além das presenças do Núcleo de Educação Ambiental da Cooxupé e do Departamento de Geoprocessamento, responsável pela apresentação da situação do clima e o impacto na cafeicultura.

“Este espaço dentro da FEMAGRI deixa o produtor cooperado totalmente atualizado em relação às práticas sustentáveis, preparando-o para a adoção de novas alternativas em sua lavoura e no negócio café como um todo. A cooperativa e seus associados têm consciência sobre a forte exigência do mercado mundial que busca um café de qualidade e que respeite o tripé da sustentabilidade. Por isso, estamos sempre nos atualizando para que o café do nosso associado continue reconhecido internacionalmente, ganhando cada vez mais competitividade no cenário global. O Protocolo Gerações da cooperativa nasceu para este auxílio ao cafeicultor”, afirma o presidente Carlos Augusto Rodrigues de Melo.

Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page