top of page
consórcio 980x250.jpg

Faturamento das lavouras dos Cafés do Brasil atinge R$ 40,12 bilhões em 2021


Café arábica soma R$ 30,7 bilhões de receita bruta, que equivalem a 76,7%, e conilon R$ 9,34 bilhões, montante correspondente a 23,3% do faturamento total


O Valor Bruto da Produção (VBP) dos Cafés do Brasil, que corresponde ao faturamento total das lavouras cafeeiras, tanto da espécie de café arábica como de conilon, atingiu a cifra de R$ 40,12 bilhões em 2021. Neste contexto, o café conilon, com receita estimada de R$ 9,34 bilhões representou 23,3% desse faturamento; e o café arábica, que atingiu R$ 30,78 bilhões, correspondeu a 76,7% do total.


Com base nesses números, verifica-se que a cafeicultura, participa com aproximadamente 5,3% do faturamento total das lavouras brasileiras, que foi de R$ 756 bilhões, o que coloca o setor do café em quarto lugar no ranking do VBP.


O cálculo do faturamento bruto, especificamente para as lavouras, contempla 17 produtos agrícolas e considera os preços médios recebidos pelos produtores rurais, o qual totalizou, conforme mencionado anteriormente, R$ 756 bilhões neste ano de 2021.

Assim, um ranking dos cinco produtos agrícolas que apresentaram o maior faturamento bruto, em ordem decrescente, denota o seguinte: soja, em primeiro lugar, figura com R$ 361,44 bilhões, que correspondem a 47,8% do total; em segundo, milho – R$ 124,78 bilhões (16,5%); cana-de-açúcar, em terceiro – R$ 85,44 bilhões (11,3%); café, conforme citado, ocupa o quarto lugar, com R$ 40,12 bilhões (5,3%); e, em quinto lugar, o algodão, com R$ 26,95 bilhões, montante que representa 3,5% do VBP das lavouras brasileiras.


Com relação à produção total dos Cafés do Brasil em 2021, incluindo as duas espécies (arábica e conilon), o volume físico apresentou uma queda de 25,7% em relação ao ano passado e atingiu o equivalente a 46,87 milhões de sacas de 60kg, que foram produzidas em uma área de 1,8 milhão de hectares.


A produção de café arábica foi responsável por 65,6% do total da produção brasileira, com 30,73 milhões de sacas, número que representa uma diminuição de 37% se comparado a 2020. Enquanto que a produção de café conilon, com um aumento de 12,8% em relação ao ano passado, atingiu 16,15 milhões de sacas, volume físico em sacas que representa 34,4% de todo café produzido no Brasil em 2021.


Os dados e números que permitiram realizar esta análise foram obtidos do Sumário Executivo do Café – Dezembro de 2021 e do Valor Bruto da Produção – VBP – Novembro 2021, estudos do setor cafeeiro que são elaborados e divulgados mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola – SPA, do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – Mapa, cujas edições estão disponíveis na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.


Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page