top of page
consórcio 980x250.jpg

COVID-19: MG confirma 11 casos de variante Delta; veja cidades



O governo de Minas Gerais, através da Secretaria Estadual de Saúde, confirmou a existência de 11 casos da variante Delta do coronavírus no Estado, sendo o mais recente registrado na cidade de Montes Claros. De acordo com a SES. nesta cidade já há transmissão comunitária da doença.


As cidades de Juiz de Fora, Belo Horizonte, Virginópolis, Itabirito, Unaí, Carangola e Divino também há casos positivos da variante.


Continua após a publicidade


A Fiocruz alerta que o surgimento e crescimento da presença de novas variantes de preocupação, como a Delta, acende um alerta. O estudo chama a atenção para o fato de que a pandemia ainda não acabou e novos cenários de transmissão e risco podem surgir. Ressalta que o elevado patamar de risco de transmissão do vírus Sars-CoV-2 pode ser agravado pela maior transmissibilidade da nova variante e destaca a necessidade de combinar vacinação com o uso de máscaras, incluindo campanhas e busca ativa.


A variante delta é 60% mais transmissível que a alfa, mas ainda não é possível afirmar que seja mais letal.


A delta possui também, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, maior probabilidade de infectar vacinados – foi classificada de “tão contagiosa quanto a catapora”.


Pesquisa da Agência de Saúde Pública da Escócia publicada na revista científica The Lancet indica que as infecções pela variante delta resultam duas vezes mais hospitalização de indivíduos não vacinados que a alfa.


VACINAS


Em Israel, a vacina da Pfizer manteve 93% de eficácia contra casos graves e hospitalização em pessoas infectadas pela variante Delta. Na Inglaterra, a AstraZeneca demonstrou 92% de proteção contra casos graves e internação causadas pela Delta. A vacina da Moderna Therapeutics manteve a eficácia em testes de laboratório, e a da Janssen Biotech (subsidiária da Johnson & Johnson), também. O Butantan já iniciou os estudos para analisar se a CoronaVac, vacina contra a Covid-19 produzida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, é efetiva contra a variante delta (B.1.617.2, indiana) do SARS-CoV-2.


“Todas as variantes preocupam. O estado de São Paulo está mais preparado para fazer a identificação das variantes e estamos trabalhando com a genotipagem, o teste genético das variantes. Neste momento, a variante delta é um número pequeno no estado de São Paulo, 0,6% de todas as variantes. Existe a preocupação porque ela é uma variante que tem uma velocidade de disseminação maior”, comentou Dimas.


Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page