top of page
consórcio 980x250.jpg

Circulação do vírus em MG atinge menor nível e solicitações de internação diminuem 32%


O secretário de Estado de Saúde Fábio Baccheretti

O Comitê Extraordinário Covid-19, grupo de trabalho que acompanha a pandemia, aprovou o avanço da macrorregião Leste para onda verde do Minas Consciente.


O progresso para a fase mais flexível do plano de retomada gradual e segura das atividades econômicas foi possível porque os índices de monitoramento da doença estão apresentando melhorias há três semanas seguidas.


Assim, a macro Leste se junta ao Centro, Centro-Sul, Oeste, Sul, Sudeste, Vale do Aço, Jequitinhonha, Norte e Noroeste, que já estavam na onda verde.


Na onda amarela permanecem Nordeste, Leste do Sul e Triângulo do Norte.


Já o Triângulo do Sul é a única localidade que continua na onda vermelha devido ao aumento da incidência da doença e alta na ocupação de leitos. Por conta da situação mais delicada, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) irá fazer um acompanhamento mais profundo na macrorregião para tentar reverter o cenário.


Panorama em Minas


Os números gerais relacionados à pandemia em Minas seguem em tendência de desaceleração. A incidência teve queda de 18% nos últimos 14 dias; a positividade, que indica como está a circulação do vírus, atingiu o menor patamar desde fevereiro. Outro dado, que também reflete maior controle do coronavírus, diz respeito às solicitações de internação que diminuíram 32% em um mês. Hoje, o número de pacientes aguardando leitos é de 33.


O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, destaca que o avanço da vacinação tem gerado um efeito cascata em todos os indicadores.


“Com o aumento da imunização, temos percebido que tudo está melhorando. As curvas de hospitalizações e a ocupação de leitos estão caindo. O vírus está circulando menos, mas isso não significa que devemos baixar a guarda. É importante que todos procurem a imunização e tomem todas as doses. Todas as vacinas são eficazes e salvam vidas’’, ressaltou.


Variante Delta


Quanto à preocupação com a circulação da variante Delta no estado, o secretário de Saúde informou, durante a reunião do Comitê Covid, que nove microrregiões estão realizando testes genômicos para mapear a mutação do vírus.


Conforme a última atualização da pasta, até essa quarta-feira (11/8), eram 11 confirmações.


Os casos estão sendo investigados junto aos municípios para avaliação do histórico dos pacientes e seus contatos. Dessa forma, ainda não é possível afirmar que existe transmissão comunitária da variante Delta em Minas.


As ações de vigilância e monitoramento foram reforçadas a fim de coibir a disseminação da variante no estado.

Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page