top of page
consórcio 980x250.jpg

CHUVAS INTENSAS: GOVERNADOR DECRETA "SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA" EM GUAXUPÉ



O ACUMULADO DE CHUVAS NESTES 10 PRIMEIROS DIAS DE JANEIRO É QUASE A TOTALIDADE DA MÉDIA MENSAL HISTÓRICA REGISTRADA PARA A REGIÃO

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, decretou nesta terça-feira, dia 10 de janeiro, situação de emergência para a cidade de Guaxupé devido as intensas e volumosas chuvas que têm acometido a cidade nos últimos dias.


Além de Guaxupé, mais 215 municípios também estão em situação de emergência por conta de ocorrências relacionadas às chuvas em Minas Gerais, conforme o boletim da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) desta quarta-feira (11/1).


No acumulado deste mês de janeiro, em apenas 10 dias, choveu cerca de 250mm na microrregião de Guaxupé, conforme dados do SISMET/Cooxupé. O histórico mensal registrado é de, aproximadamente, 280mm para este período.


Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet, a chuva na região deve continuar nos próximos dias e, até sexta-feira. o acumulado pode chegar a 80mm.


De acordo com o Decreto Estadual 8, publicado nesta quarta-feira no Diário do Executivo, fica autorizada a mobilização dos integrantes do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, no âmbito do Estado, para prestar apoio complementar aos municípios atingidos, mediante a coordenação do Gabinete Militar do Governador, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em articulação com todos os setores do Estado e com a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, pelo prazo de 180 dias.


As chuvas que vem castigando nossa região nos últimos dias devido ao grande volume tem sido um problema grave em diversas cidades. Em Guaxupé, a Defesa Civil, juntamente com a Secretaria de Obras e a Secretaria de Desenvolvimento Social tem acompanhado de perto a situação afim de evitar que guaxupeanos tenham maiores contratempos.


Desde meados de 2022, o Governo Municipal vem viabilizando ações preventivas, como a limpeza de calhas de rios, desentupimento de bueiros e obras emergenciais. Estas ações estão mostrando efetividade agora. É importante ressaltar que não foram registradas enchentes com perdas materiais, como era comum na cidade, tampouco transbordamento de rios que cortam a cidade.


Em reunião nesta manhã, no gabinete do Prefeito de Guaxupé, Heber Quintella, o Comandante do Corpo de Bombeiros de Guaxupé, Tenente Josué Pereira, ressaltou a queda no número de ocorrências. “Neste ano não fomos acionados para enchentes, graças a Deus. Houveram chamados para verificação de quedas de encostas, especialmente na estradas mas, aqui na cidade a situação segue sob controle.”


Dois pontos de Guaxupé causam preocupação ao executivo local: Um barranco no bairro Bela Vista e o barranco da rua Alcides Baldini, no centro de Guaxupé. Equipes da Prefeitura e da Defesa Civil visitaram estes locais e já estão trabalhando na solução dos dois casos.


“A rua Alcides Baldini é um problema crônico de Guaxupé. Neste local, vamos viabilizar a construção do muro de arrimo e acabar de vez com este problema que preocupa a cidade há décadas”, explicou o Secretário de Obras, Emmanuel Ribeiro do Valle.


Com relação ao bairro Bela Vista o problema é mais delicado. Para que a construção do muro seja viabilizado é necessária que toda a parte burocrática seja realizada como projeto, laudos e liberação de verbas. Até lá, os moradores foram orientados a procurar abrigo, o que a maioria deles negou. No local, quatro casas já foram interditadas.


“Está muito perigoso aqui. A gente está correndo atras e a obra vai ser realizada, mas até que isso aconteça, o ideal é que estas pessoas deixem o local, para sua própria segurança”, explicou Walber Vasconcelos, coordenador de projetos da Prefeitura.


A Secretaria de Desenvolvimento Social oferece acolhimento a todos os moradores que necessitam sair de suas casas, até que o problema seja resolvido. “A Prefeitura dispõe de parceria para acolhimento e aqueles que necessitarem e desejarem podem nos procurar. A prioridade é a vida dessas pessoas”, explicou Maria Amélia Stempniewsky Ricciardi, diretora de promoção social da Prefeitura.


Uma força-tarefa composta pelo Corpo de Bombeiros, servidores municipais das citadas secretarias, Defesa Civil e GCM seguem trabalhando para que os impactos das chuvas não causem mais transtornos.


“Gostaria de deixar registrado a minha gratidão por estes servidores que não mediram esforços, colocaram a mão na massa e agiram. Com tanta chuva assim, se isto não tivesse sido feito estaríamos em sérios apuros agora. O meu muito obrigado a vocês”, disse o Prefeito Heber Quintella.


Cuidados


Entre as principais dicas para prevenção às chuvas estão as recomendações para que as pessoas nunca se abriguem embaixo de árvores ou de proteções metálicas frágeis, que podem apresentar risco de quedas; evitem trafegar por áreas alagadas e por regiões próximas a rios e cachoeiras; e não permaneça nas proximidades de janelas, portas, canos e outros objetos metálicos.


Além disso, recomenda-se à população evitar áreas sujeitas a deslizamentos e inundações e não tentar salvar bens materiais, em caso de risco imediato, como a rápida subida do nível de água.


Diante de qualquer problema, a população pode ligar para a Defesa Civil no número 199, ou para o Corpo de Bombeiros, no 193. Se houver sinal de trincas na estrutura da casa e movimentação de solo a pessoa deve deixar o imóvel imediatamente e chamar o 199.



Comments


wtzp.png

Receba notícias do Portal MÍDIA no WhatsApp!

Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI

bottom of page